Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Análise da tendência de aumento e de diminuição nos casos de Tuberculose Pulmonar e Miliar nas regiões brasileiras de 2013 a 2016.

Fundamentação/Introdução

Fundamentação/Introdução: A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa contagiosa, considerada um problema de saúde pública e causada pelo agente bacteriano Mycobacterum tuberculosis, com a qual o homem convive há milênios e que possui várias manifestações, a mais importante, pulmonar, mas também, miliar, meningea, óssea e renal.

Objetivos

Objetivos: Analisar os dados epidemiológicos referentes ao quantitativo de casos de tuberculose pulmonar e miliar a partir do número de internações dos anos de 2013 até 2016.

Delineamento/Métodos

Delineamento/Métodos: Trata-se de um estudo transversal e descritivo, com abordagem quantitativa. Os dados foram extraídos da plataforma DataSUS verificando a sua distribuição de acordo com sexo e região do país.

Resultados

Resultados: Mediante uma casuística total de 40.129 casos, observou-se um aumento das internações por tuberculose pulmonar em todo o país de 9646 casos para 9784 (1,43%), sendo esse crescimento mais evidenciado no Sudeste, de 1153 para 1447 (25,5%). Quanto à tuberculose miliar, houve um ligeiro aumento de 507 para 515 casos, sendo que no Nordeste registrou-se um aumento de 68 para 87 (27,9%). Com relação ao sexo masculino, notou-se um aumento considerável das internações decorrentes de tuberculose pulmonar na região Sul de 847 para 1051 (24%) e a diminuição nos casos do Centro-Oeste de 2538 para 2379 (7,6%). Quanto a tuberculose miliar, observou-se um aumento das internações no Nordeste de 41 para 52 (27%) e uma diminuição na região Norte de 50 para 33 (34%). Quanto ao sexo feminino, houve um aumento significativo no número de casos de tuberculose pulmonar no Sul de 306 para 396 (29,5%) e uma diminuição nos da região Centro-Oeste de 116 para 97 (16,3%). Com relação à tuberculose miliar, o número de internações na região Sudeste cresceu de 58 para 76 (31%), e na contramão das outras regiões o Norte diminuiu seus casos de 29 para 15 (48,2%).

Conclusões/Considerações finais

Conclusões/Considerações finais: Constata-se que a erradicação da tuberculose ainda é um grande desafio para o país, visto que conglomerados urbanos, falta de informações e abandono do tratamento indicam possíveis fatores de manutenção da enfermidade, além da prevalência do sexo masculino como população de risco, provavelmente por se cuidarem menos e por estarem mais expostos a fatores de risco. Dessa forma, fica evidente a importância de aumentar a notificação e a conscientização sobre as diferentes manifestações da tuberculose.

Palavras Chaves

Palavras-chave: Tuberculose, Tuberculose Pulmonar, Tuberculose Miliar.

Área

Clínica Médica

Instituições

Autores

Luis Felipe Siqueira Arias, Anna Cristina Pires da Luz Doria, Cláudia Guerra Xavier da Silva, Thayna Almeida Batista, Amanda Alves Fecury


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017