Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Análise do perfil epidemiológico dos pacientes com fibrose cística atendidos em um hospital público de Sergipe

Fundamentação/Introdução

A fibrose cística é uma patologia de caráter hereditário autossômico recessivo que afeta principalmente o sistema respiratório e gastrointestinal. Constitui-se por alterações no transporte do íon cloro nas membranas das células epiteliais, que gera alteração na espessura do muco e consequentemente, obstrução nos ductos de glândulas exócrinas. A relevância do seu estudo é que se trata de doença complexa além haver pouco conhecimento sobre ela no nosso país.

Objetivos

Traçar o perfil epidemiológico dos pacientes até 18 anos com fibrose cística acompanhados no ambulatório de um hospital público de Sergipe.

Delineamento/Métodos

Trata-se de um estudo transversal, retrospectivo e descritivo, com abordagem quantitativa, utilizando dados coletados do Serviço de Referência de Triagem Neonatal de um Hospital Público de Sergipe. As informações são referentes aos pacientes diagnosticados com fibrose cística e que fazem acompanhamento ambulatorial nesse hospital.

Resultados

De acordo com os dados obtidos foram registrados 41 pacientes com fibrose cística atendidos no ambulatório do hospital analisado. A faixa etária varia entre 1 e 18 anos com maior número de pacientes aos 7 anos de idade (12,1%), seguido pela faixa etária de 4 anos. Há uma maior incidência do sexo masculino com 53,6% dos casos. Em relação à localização dos pacientes apenas 10 deles residem na capital (Aracaju), sendo os demais (75,6%) moradores de outras cidades e um deles residente no estado da Bahia.

Conclusões/Considerações finais

Observa-se que a maioria da população era do sexo masculino e habitante de municípios adjacentes à capital. O maior número de casos acontece na segunda infância, sendo relevante seu estudo por se tratar de uma doença complexa e haver pouco conhecimento sobre ela no país. Além disso, o acompanhamento e o tratamento precoce, em centros especializados, tende a melhorar a sobrevida e a chance de promoção da qualidade de vida do paciente.

Palavras Chaves

fibrose cística, epidemiologia, hospital público

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade Tiradentes - Sergipe - Brasil

Autores

Jordan de Oliveira Sousa Guimarães, Ana Maria Dos Santos Goncalves, Marina Maria Santos Alves, Jéssica Oliveira Cunha Barreto, Gledson Lima Alves Júnior


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017