Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Análise do perfil de pacientes em uso de Varfarina em acompanhamento no Ambulatório de Anticoagulação de Hospital Universitário

Fundamentação/Introdução

Fundamentação/Introdução: A anticoagulação oral (ACO) é indicada na prevenção de fenômenos tromboembólicos. A droga mais usada para este fim atualmente, a Varfarina, age interferindo na Razão de Normatização Internacional (RNI) e possui muitas interações medicamentosas e alimentares, apresentando risco de complicações hemorrágicas.

Objetivos

Objetivos: Análise do perfil de pacientes em ACO com Varfarina, em busca de avaliar possíveis fatores de insucesso em atingir o alvo ideal de RNI.

Delineamento/Métodos

Delineamento/Métodos: Trata-se de estudo observacional e retrospectivo, baseado na análise de prontuários de 79 pacientes em seguimento no Ambulatório de ACO de Hospital Universitário entre março/2016 e março/2017, aprovado pelo Comitê de Ética Médica sob o parecer nº 004/2017. Para a análise estatística descritiva foi usado o programa Excel, e para os testes de correlação, o software PSPP.

Resultados

Resultados: Participaram do estudo 79 pacientes, sendo 39 (49,37%) do sexo feminino e 63 (79,75%) brancos. A idade média foi de 63,20±13,81. As principais indicações de ACO foram: fibrilação atrial (49,37%), prótese valvar metálica cardíaca (18,99%) e hipertensão pulmonar (7,59%). Para a maioria dos doentes, obteve-se como alvo terapêutico o RNI variando de 2 a 3. Consideramos como dentro da meta os pacientes com 60% ou mais dos exames de RNI no alvo. Apenas 21 (26,58%) pacientes encontravam-se dentro da meta de RNI. Nos testes de correlação, relacionando a variável “Meta RNI dentro x fora”, com outras variáveis dicotômicas através do teste de Qui Quadrado de Pearson, verificou-se que a má adesão, o erro alimentar, a interação medicamentosa e o clearance de creatinina possuem relação estatística com o resultado do RNI (p<0,01).

Conclusões/Considerações finais

Conclusão/ Considerações finais: Verificamos que 73,42% dos pacientes não atingiram o alvo de RNI, espelho da dificuldade encontrada no ajuste da dose eficaz da Varfarina, expondo-os a maiores riscos de sangramento ou de trombose. Observamos que a má adesão, o erro alimentar e a interação medicamentosa estão associados à dificuldade no sucesso terapêutico. Assim, em razão da importância econômico-social da Varfarina no Brasil, o único anticoagulante oral fornecido pela rede pública no país, e devido ao grande volume de pacientes de baixa renda e escolaridade, o uso da Varfarina se torna um desafio clínico. Logo, há necessidade de maior orientação dos médicos em alertar quanto ao complexo tratamento e aos riscos que a dose inadequada da droga oferece.

Palavras Chaves

Varfarina, anticoagulação oral, fenômenos tromboembólicos, hemorragia.

Área

Clínica Médica

Instituições

Pontifícia Universidade Católica de Campinas - Sao Paulo - Brasil

Autores

Isabella Fagian Pansani, Tobias Luis dos Reis, Renan José Rigonato, Isabela Pagani Heringer de Miranda, Vanessa Maria Camargo Andrade Ribeiro Gubel


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017