Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANÁLISE DA CORRELAÇÃO ENTRE A CONCENTRAÇÃO SÉRICA DE VITAMINA D E A HEMOGLOBINA GLICADA E GLICEMIA DE JEJUM EM TRABALHADORES DE TURNO ALTERNANTE DA REGIÃO DE INCONFIDENTES-MG

Fundamentação/Introdução

INTRODUÇÃO/FUNDAMENTOS: A carência de vitamina D é um problema de saúde pública mundial devido às suas implicações no desenvolvimento de diversas doenças. Vários estudos têm questionado a existência de associação entre a carência de vitamina D e o risco aumentado para desenvolvimento de Diabetes Mellitus (DM) tipo 2 a partir de um possível aumento na resistência insulínica. Entretanto, tal associação ainda é controversa.

Objetivos

OBJETIVOS: Verificar a correlação entre os níveis séricos de 25-hidroxivitamina D (25(OH)D) e os níveis de hemoglobina glicada (HbA1C) e glicemia de jejum em trabalhadores de turno alternante da região de Inconfidentes-MG.

Delineamento/Métodos

DELINEAMENTO E MÉTODOS: Estudo transversal observacional realizado em 310 trabalhadores do sexo masculino de turno alternante de mineradoras na Região de Inconfidentes-MG, dos quais foram coletadas amostras de sangue para a análise da concentração de 25(OH)D, HbA1C e glicemia de jejum. A análise da 25(OH)D foi realizada pelo método de eletroquimioluminescência, a HbA1C pela imunoturbidimetria e a glicemia de jejum pelo método enzimático colorimétrico. Foram excluídos da amostra indivíduos que realizavam qualquer tratamento para controle glicêmico e/ou suplementação de vitamina D e os valores de referência utilizados foram os preconizados pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Aplicou-se o teste de Correlação de Pearson (R), após teste de Kolmogorov-Smirnov. As análises estatísticas foram realizadas no software R, considerando p<0,05.

Resultados

RESULTADOS: A idade média da amostra foi de 39 anos. Dos 310 pacientes, 80,9% apresentavam hipovitaminose D, 17,0% glicemia de jejum alterada e 15,1% HbA1C alterada. Não foram encontradas correlações significativas entre a 25(OH)D e a glicemia de jejum (R=-0,0004) e HbA1C (R=-0,0321) na amostra analisada.

Conclusões/Considerações finais

CONCLUSÕES/CONSIDERAÇÕES FINAIS: Não foram encontradas correlações significativas entre os níveis séricos de 25(OH)D e as variáveis glicêmicas nos trabalhadores de turno alternante. Cabe ressaltar que na literatura brasileira tal associação ainda não foi investigada nesse tipo de população em específico. Uma análise multivariada que incluísse a influência de fatores externos dos indivíduos tais como etnia, IMC, atividade física, presença de comorbidades e uso de medicamentos, poderia melhorar a qualidade do estudo. Além disso, a atribuição de causalidade é dificultada devido ao caráter transversal da análise.

Palavras Chaves

diabetes mellitus vitamina d

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP - Minas Gerais - Brasil

Autores

Débora de Oliveira Antunes Rocha, Gabriel Pessoa Herthel Silveira, Taiana Lopes Rangel MIranda, Raimundo Marques Nascimento, Fausto Aloíso Pedrosa Pimenta


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017