Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Aneurisma de artéria circunflexa: Relato de Caso

Fundamentação/Introdução

Aneurisma de artéria coronária (AAC) é a dilatação na artéria coronária que excede 1,5 vezes o diâmetro de referência dos segmentos coronários adjacentes angiograficamente normais, e possui como causas principais a aterosclerose, doença de Kawasaki e congênita. É uma anomalia rara, sua incidência varia de 1,5 a 5%, com localização mais comum na artéria coronária direita e prevalente no sexo masculino.

Objetivos

Relatar caso de apresentação grave e sintomática de aneurisma de artéria coronária.

Delineamento/Métodos

Estudo descritivo tipo relato de caso, em que foram utilizadas informações obtidas pela análise de prontuário, exames complementares e revisão de literatura.

Resultados

C.A.G.N.L., feminino, 47 anos, admitida com quadro de infarto agudo do miocárdio (IAM) com supra de ST inferior KK 1. Realizado aspirina, clopidogrel, monitorização cardíaca contínua, medição da pressão arterial por método não invasivo e hidratação venosa. Foi submetida à cinecoronariografia que revelou: tronco da coronária esquerda e artéria descendente anterior isentas de estenose; artéria circunflexa apresenta-se com importante aneurisma de coronária em terço médio com grande carga de trombo, emite primeiro ramo marginal esquerdo de grande calibre e isento de estenose, emite segundo ramo marginal esquerdo, proveniente do aneurisma coronariano e com fluxo distal TIMI 1; ramo Intermédio de bom calibre e com estenose focal de 30% da sua luz em terço proximal; coronária direita apresenta-se com imagem de aneurisma em terço médio, com fluxo distal TIMI 3, emite ramos marginais direitos, ventricular e descendente posterior isentos de estenose; ventriculografia esquerda revela volume sisto-diastólico preservados, função contrátil global preservada e discreta hipocinesia infero-basal; fração de ejeção normal. Procedimento sem intercorrências. Na conduta, manteve aspirina e clopidogrel, início de ENOXA plena e acompanhamento com eletrocardiograma e enzimas seriadas.

Conclusões/Considerações finais

É recomendado que os pacientes tenham tratamento individualizado, de acordo com a localização e o contexto clínico, afim de evitar complicações associadas a essas lesões, como angina, infarto do miocárdio e morte súbita. A farmacoterapia consiste de medicamentos antiplaquetários, anticoagulantes e vasodilatadores, em conjunto com o essencial controle de fatores de risco cardiovascular. A indicação cirúrgica por aneurismectomia pode ser realizada quando a sintomatologia de baixo débito ou arritmias malignas estiverem presentes e não controladas clinicamente.

Palavras Chaves

Aneurisma, cinecoronariografia, coronária, aneurismectomia

Área

Clínica Médica

Instituições

UNESC - Espirito Santo - Brasil

Autores

Lara Maria Vago, Nathalia Loss Franzin, Wanderson Santos Gonçalves, Leticia Binda Martins D Avila, João Miguel Malta Dantas


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017